Dr. Wilson Morikawa Jr.

Dr. Wilson Morikawa Jr. - Médico especialista em Doença de Parkinson

Doença de Parkinson

O que é a bradicinesia?

A bradicinesia consiste na diminuição da velocidade dos movimentos voluntários, de forma que o corpo responde ao comando do cérebro mais lentamente. Pessoas afetadas pela bradicinesia costumam ter dificuldades para iniciar ou concluir movimentos, bem como realizá-los com menos destreza. Este é um dos primeiros sintomas da doença de Parkinson. Também há tremor de repouso, rigidez e alterações na postura e equilíbrio do paciente. 

Alterações de movimento na bradicinesia

O sintoma em questão pode acometer diversas áreas do corpo, como os membros superiores e inferiores, a face e até a fala. Na bradicinesia, a impressão é de que o movimento é rígido e pausado, fluindo menos. Além disso, ocorre também a diminuição da amplitude do mesmo, o que termina por afetar diretamente as atividades básicas do cotidiano do paciente. 

A bradicinesia pode ser causada por alguns tipos de doenças neurodegenerativas. Conforme citado anteriormente, a doença de Parkinson é a principal delas, mas não é a única. Podem ter a bradicinesia como sintoma em pacientes com acidente vascular cerebral (AVC), após um trauma craniano e até em distúrbios metabólicos.

Bradicinesia no mal de Parkinson

A bradicinesia no Parkinson é um dos principais sintomas desta doença. Este sintoma é perceptível nas tarefas diárias, como abotoar uma camisa. Também é notado durante a marcha, com passos curtos e dificuldade de mudança de direção. Há também:

  • Alterações na fala: torna-se mais dificultosa, monótona e com menor potencial de entonação; 
  • Perda de expressão facial: o rosto pode mostrar-se praticamente congelado, com menos movimentos e variação de expressões;
  • Micrografia: Letra torna-se menor durante a escrita. Movimento das mãos com menor amplitude. Paciente não consegue mais realizar assinaturas.
  • Alteração da marcha: marcha com passos curtos e dificuldade de mudança de direção são características comuns;

Qual a diferença entre bradicinesia e acinesia?

Apesar de estarem relacionados, existe uma diferença importante entre os sintomas de bradicinesia e acinesia, que reside justamente no grau de redução do movimento. Enquanto no primeiro, o movimento acontece de maneira lenta e custosa, no segundo, ele não chega a acontecer. 

Assim, a acinesia é definida por uma ausência ou diminuição drástica de movimentos voluntários. Um paciente que experimenta este sintoma pode sentir uma falta de iniciativa motora ou uma sensação de estar “congelado”, o que chamamos tecnicamente de freezing. No entanto, a bradicinesia e a acinesia são igualmente recorrentes na Doença de Parkinson. 

Como diminuir a bradicinesia?

O controle da bradicinesia é feito atuando a causa subjacente. O tratamento para pacientes com Mal de Parkinson, por exemplo, inclui o uso de medicamentos para aumentar os níveis de dopamina no cérebro. Em casos nos quais os sintomas da doença de Parkinson progride para estágios moderados ou graves, passa-se a se considerar a Estimulação Cerebral Profunda (DBS)

Para que o paciente com mal de parkinson possa viver com qualidade de vida, é recomendado ainda um programa de fisioterapia e com exercícios específicos, que inclua alongamentos, fortalecimento muscular, treinamento de equilíbrio e exercícios funcionais. Somado a isso, é importante manter-se mentalmente ativo e engajado, o que auxilia na coordenação motora e na agilidade mental.

Caso tenha outras dúvidas agende uma consulta ou entre em contato nos nossos canais de atendimento e deixe o seu comentário.

Dr. Wilson Morikawa Jr.

Publicado por: Dr. Wilson Morikawa Jr. – Neurocirurgião – CRM 163.410 RQE:101438.
Neurocirurgião de São Paulo especialista no tratamento da Doença de Parkinson e outros distúrbios do movimento.

Compartilhe:
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agendar Consulta
1